122 Ferramentas de Análise Mercadológica para sua marca em 2020


Sim, 122 ferramentas de análise mercadológica e gerencial que sua empresa precisa conhecer para fazer um marketing correto em 2020 (e também 2021)


São ferramentas que analisam uma variedade de áreas, como marketing, marketing digital, modelagem de negócios, planejamento estratégico, gestão de processos, growth hacking e outras


Elas estão resumidas neste artigo e serão explicadas 1 a 1 durante postagens no blog, sempre com um podcast para que te ajude em uma melhor compreensão do conteúdo e da importância de cada uma delas


Então, vamos a elas?


- 18 P’s de Marketing - Extensão do mix de marketing, que envolve Produto, Preço, Praça, Promoção, Posicionamento, Pessoas (interno), Packing (embalagem), Pagamento, Pesquisa & Desenvolvimento, Pós-venda, Processos, Presentantion (Apresentação), Parceiros, Personificação (personas), Presumers (pré-venda), Physical Environment (Ambiente Físico), Psychic Involvement (Envolvimento psíquico)

- 3 A’s de Métricas Growth (Startups Enxutas) - Determina as métricas que devem ser mensuradas e analisadas pela empresa, como Acionáveis (ter uma causa e efeito), Acessíveis (linguagem comum e ao alcance de todos), Auditáveis (dados confiáveis e verdadeiros)

- 3 dimensões da saúde financeira de uma empresa - Na identificação de uma análise gerencial de uma empresa, é necessário compreender a saúde financeira de uma empresa através de 3 passos que são a Lucratividade - Relação entre receita e custo (Não o dinheiro em si), a Rentabilidade - Retorno sobre o investimento (ROI) e a Liquidez - Capacidade de gerar dinheiro em caixa (Fluxo de caixa)

- 3 Pilares do Consumidor Contemporâneo - Meu modelo de oferta para empresas e que tem como base 3 pilares que acredito serem fundamentais ao elaborar produtos e serviços pensando no consumidor, sendo eles a Solução (Como a empresa soluciona de forma eficiente as “dores” de seus clientes. Inclua garantias, plano de contingências e o que a empresa cria para não perder clientes), a Conveniência (Como a empresa dá o máximo de conveniência ao seu cliente, seja na comunicação de produtos e promoções, no atendimento, no pagamento, na entrega, na manutenção ou na resolução de falhas) e a Experiência (Como a empresa entrega experiências inesquecíveis ao cliente que superam a concorrência e ofertas que o setor entrega. Como a empresa apresenta tendência e novidades na área de marketing para seus clientes)

- 4 A’s de Marketing - Modelo de fluxo de processos para introduzir informações de uma empresa, no qual se Analisa o mercado, se Adapta produtos às necessidades, se se Ativa campanhas e se Avalia resultados, começando um novo ciclo.

- 4 C’s de Campanhas Publicitárias - Modelo de projeção de campanhas publicitárias para criação de briefing, através de 4 análises como Companhia (Empresa), Categoria (Mercado). Cultura (Quanto problemas e soluções afetam) e Consumidor (Como pensa e age)

- 4 C’s do Endomarketing - Matriz para ações internas através dos fatores Companhia (a cultura organizacional e sua relação com as ações no mercado), Custos (valor investido para ações internas), Comunicação (a forma de se comunicar internamente) e Coordenadores (os responsáveis pela execução das ações de endomarketing)

- 4 C’s do Marketing - Modelo focado em espelhar o mix de marketing, focando na visão do Consumidor, nos Custos, na Comunicação e na Conveniência do atendimento

- 4 E’s do marketing de experiências sensoriais - Os 4 E's de analise para marketing sensorial, que avaliam fatores como Entretenimento (diversão), Estética (o visual), Escapismo (escapar do comum) e Educação (o que se aprende)

- 4 E’s do Marketing de Luxo - Análise de produtos de luxo em 4 categorias, Estética (apresentação), Ética (legal), Excelência (valores) e Eficiência (performance)

- 4 P’s de Luxo da classe C - Matriz que transforma marcas para classe C em modelos de luxo, através de 4 fatores que são Produtos cultuados (como eles são amados pelos clientes), Pontos de encontro (como os locais de atendimento e vendas é atrativo), Pessoas (como elas são e suas personalidades para o luxo) e Paixões (quais fatores fazem o cliente se apaixonar por produtos de luxo)

- 4 pilares do CRM - IDIP - Nas ações de marketing de relacionamento o CRM tem 4 pilares que colaboram na elaboração de ações de retenção e relacionamento, participando no processo de segmentação da área, que consiste em Identificar (Cliente individualmente e suas características demográficas e psicossociais), Diferenciar (Por valor atual e potencial e depois por necessidades), Interagir (E lembrar-se de toda esta interação para usá-la posteriormente em contatos futuros) e Personalizar (Produtos e serviços de acordo com cada pessoa ou grupos)

- 5 Estágios de adoção de um novo produto - os 5 passos de conhecimento de um produto novo, que são a Conscientização de que ele existe, O Interesse através das informações apresentadas, a Avaliação se aquela é uma boa opção, a Experimentação do mesmo e por fim a Adoção ou não do produto.

- 5 forças de Porter - As 5 forças que guiam o mercado, que são o poder de barganhar dos Fornecedores, o poder de barganhar dos Clientes, os Produtos Substitutos do mercado, Os Novos Entrantes do mercado e a Concorrência em geral.

- 5 GAP’s de Serviços - Análise de GAPS na execução de serviços, sendo elas GAP 1 - (Lacuna do Conhecimento) Não entender a real necessidade do consumidor por achismos dos gestores (criar modelos e padrões que não correspondem a real necessidade de mercado), GAP 2(Lacuna dos padrões) Entregar um serviço diferente da percepção dos gestores (Criar padrão diferente do definido pele entendimento da gestão), GAP 3(Lacuna na entrega) - Criar padrões e não os executar da forma correta (Entregas do serviço fora do padrão definido), GAP 4(Lacuna na comunicação) - Não cumprir o que foi prometido na comunicação (Prometer padrões através da comunicação e não realizá-los), GAP 5(Lacuna no serviço) - Percepção entre a expectativa do cliente e a execução do serviço (É o GAP que identifica todos os passos da execução, desde a percepção até a entrega)

- 5 P’s de Growth Hacking (Neil Patel) - A Matriz de Neil Patel para empresas que buscam implementar os conceitos growth em seus processos, divididos em 5 etapas que são Purpose (Propósito - o propósito da implementação das ações de Growth Hacking na empresa), Plan (Plano - O Plano a ser realizado definindo quais áreas terão a atuação do growth e as metas e objetivos do mesmo), People (Pessoas - Quais as pessoas responsáveis pelo Growth, como Growth Master, Engenheiro de TI, Designer, Analista de dados e outros), Process (Processo - O mapeamento dos processos que incluem as reuniões de growth e feedback, backlog, execução, análise e outros) e Platforms (Plataformas - Os canais e plataformas que terão a atuação da equipe de growth)

- 5W3H - Um modelo utilizado para execução de projetos, que divide informações das tarefas em What (O que irá ser feito), Why (por que será feito), Who (quem irá fazer), When (quando irá fazer), Where (onde será feito), How (como será feito), How much (quando custará) e How is going (como está indo)

- 6 A’s Marketing de Tendências - Uma extensão dos 4 A's, no qual se inicia com Ambientação do que a empresa é e o que faz, Análise de mercado, Adaptação de produtos e serviços a necessidade do mercado, Ativação das campanhas, Avaliação do resultado das mesmas e Alteração dos pontos que não deram certo.

- 7 níveis de Consciência - Os 7 estágios da consciência humana na realização de ações, que são Sobrevivência (Física), Relações (Emocional), Auto Estima (Sucesso), Transformação (Evolução e Aprendizado), Coesão Interna (Abraçar uma causa), Contribuição (Deixar uma marca) e Serviço (Bem maior)

- Ações da curva de valor - Modelo de transformação e de reposicionamento de empresa, tendo como exemplo o Cirque du Soleil, no qual você Elimina, Eleva, Cria e Diminui ações da sua marca para fugir do oceano vermelho do seu mercado

- Análise AIO para segmentações - Análise de fatores para segmentação de clientes com base em 3 categorias: Atividades, Interesses e Opinião, que ajudam a formar uma Buyer Persona ou Personas

- Análise SERVQUAL - Uma análise de serviços que avalia 5 fatores de execução, sendo eles Tangibilidade (os fatores físicos que colaboram com a execução do serviço), Responsividade (tempo de resposta a solicitação), Empatia (atender pensando no consumidor e sua situação), Segurança (execução de acordo com normas que pensem no bem-estar do cliente) e Confiabilidade (as opiniões de outros consumidores e garantias que a empresa fornece)

- Análise SWOT - Análise ambiental de uma marca, as que ela domina (forças e fraquezas) e as que ela não domina, mas pode se preparar (ameaças e oportunidades)

- As Quatro Tendências (expectativas internas e externas) - Uma análise sobre pessoas e seu envolvimento em projetos e tarefas, que podem ser Defensores (Querem confiança de fazer o melhor - Inseguros), Obreiros (Fazem para os outros, mas deixam de fazer os seus - Altruístas) Questionadores (Atendem as suas próprias expectativas, mas resistem aos externos - Egoístas) e Rebeldes (gostam do desafio, porém sem pressão - Autônomos e Confiantes)

- Brand Equity (Características da marca - VILA) - As características de branding de uma marca, mostrando seus valores de forma abstrata, em fatores como Valor (Percepção de Valor dos clientes), Influência (Poder de influência no mercado), Lealdade (dos consumidores) e Awareness (Conhecimento da marca)

- BSC – Balanced Score Card - Modelo de aprendizado de empresas, em sentido de transformação, no qual se conhece as necessidades ou problemas de uma empresa, se criam Processos internos para atendê-los ou melhorá-los, se apresentam pensando no Clientes através de produtos e serviços e por fim se tem o ganho Financeiro resultado de vendas e lucros. Todos eles são passados em uma tabela que analisa os fatores Objetivos, Indicadores, Metas e Iniciativa

- Business Model Canvas II - Um modelo enxuto de plano de negócios, com 11 categorias que definem estratégia e marketing, definido em canais de relacionamento, canais de distribuição, o que você faz (suas atividades), oportunidades de mercado, , concorrentes e produtos substitutos, segmentação de público, valores, recursos-chaves, custos, quem te ajuda, sua fonte de renda.

- Buyer Personas - Modelo da definição de buyer personas ou personas de marketing, dividido em Metas e Objetivos; Como ele ouve falar sobre nós (Conteúdo, Redes Sociais, Propaganda); Caminho a perseguir (Formas de conseguir sua aquisição); O que poderia fazê-lo se afastar (fricção e momentos de decepção); e a criação de seu perfil (Idade, País, Profissão, Hobbies, Interesses e dia típico)

- Canvas Consumer Experience - Um canvas que mapeia a experiência do consumidor nas atividades de venda de uma empresa através de 7 passos, que são Conhecimento, Consideração, Decisão, Adquirindo, Usando, Suporte e Advogando, e com isso apresentar modos de trabalha a Atenção do consumidor, podendo ser por Salvar sua atenção (Rápidos, dinâmicos, sem complicação, de fácil esquecimento, automatizados) ou Capturar sua atenção (Pessoal, Contextual, Únicos, Inesquecíveis, Marcantes)

- Canvas Criação de Valor - É um canvas que analisa a criação de valor em cima de 3 bases, uma na visão do consumidor e outra na visão da empresa. Pensando qual as Dores do cliente, os Ganhos do seu produto ou serviço ao utilizá-los e a Tarefa do Cliente que são as informações sobre motivos que levam o cliente a usar seu produto ou serviço. No contraponto, a empresa oferece os Analgésicos para as Dores, os Criadores de Ganhos que exponham os Ganhos que o consumidor necessita e por fim, a Criação de Produtos e Serviços que atendam as Tarefas do Cliente.

- Catálogos de Pivôs - Modelos de pivotagem de empresas que são Zoom-in (Recurso torna-se o produto todo), Zoom-out (Produto torna-se um recurso de um produto maior), Segmento de Clientes (A solução atinge um cliente diferente no proposto no início), Necessidade do Cliente (Um reposicionamento de marca devido a intimidade com cliente), Plataforma (Mudança de plataforma. Exemplo de site para um aplicativo, marketplace), Arquitetura de Negócios (De baixo volume e alta margem para ao contrário, e vice-versa), Motor de Crescimento (Viral/Recomendação, Recorrente/Retenção, Pago/Lucro Marginal), Canal (Mudança para um canal mais eficaz) e Tecnologia (Novas tecnologias mais baratas ou eficientes)

- Causa e efeito (Diagrama de Ishikawa) - Modelo "Espinha de peixe" que define uma análise de produção (6 M's), pensando em como a atuação de uma afeta outras partes (causa e efeito) que são Mão-de-obra (colaboradores), Matéria-prima (insumos), Máquinas(meios de produção), Meio Ambiente(causas ambientais de produção), Métodos (processos de produção e worflows) e Medidas (indicadores de resultados)

- Ciclo de experiência da compra X Alavancas da Utilidade (Oceano Azul) - Modelo de cruzamento de informações que cruzam informações sobre a experiência do consumidor na hora compra (Compra, Entrega, Uso, Manutenção, Suplementação e Descarte) com as alavancas de utilidade de um produto ou serviço (Produtividade, Simplicidade, Conveniência, Riscos, Imagem e Diversão, Amigo do meio ambiente. Está análise é feita em um pensamento cruzado "Como é hoje no mercado" x "Como você irá fazer ou faz diferente"

- Ciclo do Planejamento - Ciclo de planejamento estratégico para análise holística de uma empresa, no qual se identifica Onde a empresa está (real posição no mercado), Por que ela está lá (o que nos levou a este status), Onde poderia estar (qual seria nossa posição baseada em nossa capacidade), Como chegar lá (os passos para alcançarmos nossos objetivos) e se Está chegando lá (análises periódicas sobre o caminho que estamos levando)

- Ciclo do Produto (Matriz A.D.L) - Fases que um produto passa no ciclo de uma empresa, que é de Introdução (lançamento), Crescimento (desenvolvimento de share), Maturidade (auge de vendas e mercado), Declínio (estado de queda de mercado por estar defasado) e Morte (retirado do mercado ou reinventado)

- Ciclo OODA - Para situações confusas ou caóticas, no qual se Observa um cenário geral da situação, se Orienta a respeito do que pode intervir em cada ação planejada, se Decide quais ações serão tomadas para reverter a situação e se Age para resolver o problema.

- Ciclo Psicológico de Compra - Modelo focado na psicologia do consumo a respeito do conhecimento de consumidores sobre marcas e produtos, que são Atenção (despertar os olhos do cliente), Interesse (informações que "casam" com as dores do cliente), Desejo (despertar a vontade compra mostrando valor), Compra (o ato de realizar a aquisição), Pós-venda (follow up com o cliente), Fidelização (novas ofertas de acordo com perfil do cliente) e Recomendação (oportunidade do cliente fidelização fazer member get member)

- Ciclo Referral Marketing - Ciclo para criação de referral marketing e modelos de fidelidade, que envolvem Planejamento (Métricas, prêmios, mecânica), a Criação (criação das ações, canais de indicação, transparência), Lançamento (rodar o programa, informar, lançar nos canais) e Otimização (melhora na comunicação, ajuste das métricas, testes)

- Círculo Dourado - Modelo de comunicação e criação de produtos que é baseado em nosso cérebro, como perguntas de dentro para fora, na ordem: Por que fazemos isso, Como fazemos isso e O que fazemos então, sendo esse o resultado de um produto ou serviço novo

- Classificação de demanda de produtos - Faz uma análise relacionada a disponibilidade de cada produto e sua demanda, podendo ser de Conveniência (fáceis de achar, mas com preços elevados por isso), Compra Comparada (concorrência pura de mercado), Especialidade (produtos premium), Não demandados (produção customizada e muitas vezes única).

- Classificação de nível de expectativa de produtos e serviços - Uma análise sobre a expectativa do consumidor sobre produtos e serviços de acordo com o que oferecem, que pode ser Básico (as funções que resolvem um problema pelo menos custo do cliente), Esperado (resolvem um problema e agradam as expectativas do cliente), Ampliado (revelam valor e itens adicionais) e Potencial (o auge da performance e experiências encantadoras)

- Classificação de Pareto (80%/20%) - Classificação de faturamento por clientes ou pro produtos, na regra deque 80% do seu lucro vem de 20% de seus clientes ou de seus produtos

- Coeficiente Viral x Hábitos – Growth Hacking - Modelo de análise para compreensão da viralidade de produtos (principalmente aplicativos) e de como eles viram hábitos na vida das pessoas, sendo divididos em Balde Furado (Viralizam, mas não se mantêm - Como o aplicativo Lulu para mulheres e a Cerveja Brahma Extra Trigo), Foguete (Viralizam e mantêm usuários - Como o Instagram e a cerveja Skol Beats), Lixo (Não viralizam e nem mantêm usuários - Como o Periscope do Twitter e a Cerveja da Skol 0% Carbo para atletas) e o Anel de Noivado (Mantêm usuários, mas não viralizam - Como o Facebook e a Cerveja Brahma)

- Composto de Serviços (CIUME) - Composto para análise da qualidade de serviço, através de fatores como Conveniência (a relação de encontrar e execução ao consumidor), Imagem (segurança que o serviço passa), Utilidade (quanto resolve dores dos clientes), Mordomia (quanto é prazeroso e fácil ao cliente) e Estimativa (tempo e capacidade de entrega em relação a expectativa do consumidor)

- Consumer Trade Canvas - Um modelo canvas para criação de inovações de Marketing, analisando fatores como Tendência, Compreender (Necessidades Básicas, O que impulsiona as mudanças no curto prazo - gatilhos - e no longo prazo - transformações, Expectativas de consumo emergentes e Inspiração), Aplicar (Potencial de Inovação e Quem seriam os segmentos para ela) e sua Inovação detalhada.

- Curva ABC - Matriz que se assemelha ao Pareto na classificação de faturamento ou estoque de produtos e serviços, divididos em A(20%), B(30%) e C(50%), referentes a lucros ou custos

- Decisões críticas do Framing de Produto - O framing de produto é uma ferramenta que ajuda a mapear situações contextuais de um produto e seu consequente uso pelos consumidores. Ele se divide em 4 fatores que são: Os Clientes-alvo e canais de vendas (Para quem você quer vender e como chegará até eles), Alternativas competitivas (Os concorrentes, produtos substitutos e novos entrantes do mercado), Preços e margem (como atuará seu produto baseado no seu ponto de equilíbrio, margem de contribuição e lucros) e as Principais características do produto e roteiro (o que seu produto tem de valor e os roteiros de venda através de pontos de dor, momento da verdade e outros)

- Difusores de Inovação - Os grupos de consumidores que adotam uma inovação de mercado, que são os Inovadores (2,5%), Adotantes iniciais (13,5%), Maioria inicial (35%), Adotantes tardios (33%) e Retardatários (16%).

- Fatores do processo de compra organizacional - Os fatores que definem uma compra B2B, que são fatores ambientais (o ambiente atual da empresa), Organizacionais ( a cultura da empresa), Interpessoais (relacionamento entre funcionários) e Individuais (características únicas de funcionários)

- Feedback Driven Growth (Matriz CASCARO) - Modelo de crescimento focado no feedback de clientes, seguindo o fluxo de Coletar e ler feedbacks, Analisar, Categorizar, Corrigir internamente, Ativar a mudança, Responder ao cliente sobre estas mudanças e Otimizar o processo através de revisões periódicas

- Funil de Growth – Métricas piratas (AAARRRR) - As principais métricas de um funil Growth com 2 passos novos na jornada do consumidor, sendo as 7: Awareness (Consciência e conhecimento da marca, produto ou serviço - como formas de branding), Aquisição (A primeira experiência ou contato com sua marca, geralmente incentivando gatilhos externos e internos), Ativação (A primeira ação de validação de um consumidor que sua marca deseja), Retenção (As ações de relacionamento e manutenção do consumidor na base), Receita (Ações de venda e revenda dos consumidores), Recomendação (Ações que incentivem a indicação de novos clientes) e a Recuperação (Ações para recuperação de clientes para a base)

- Gestalt Visual (Reposicionamento de Imagem) - Focado no modelo da Gestalt e psicologia no design, engloba 6 fatores como Proximidade, Continuidade, Experiências Passadas, Simlicidade, Semelhanças e Clausura (fechamento visual)

- Go-to-marketing strategy (GTM) - Um plano de marketing enxuto em 5 passos, de (1)Definição de mercado: quais mercados serão direcionados para vender o produto ou serviço, (2)Clientes: quem é o público-alvo nesses mercados, (3)Modelo de distribuição: como o produto ou serviço será entregue ao cliente, (4)Mensagens e posicionamento do produto: O que está sendo vendido e qual é o seu valor exclusivo ou principal diferença quando comparado a outros produtos ou serviços no mercado e (5)Preço: quanto deve custar o produto ou serviço para cada grupo de clientes.

- Hierarquia de Valores - Os 4 tipos de valor pelo consumidor através de uma hierarquia que segue a seguinte ordem: 1- Função (Quando duas coisas oferecem simplesmente o mesmo nível adequado de função, vamos escolher o mais barato), 2- Conexão (Se alguém oferece mais conexão do que o outro, vale mais a pena. Onde está a galera, fazer coisas que pessoas como eu fazem, quem está lá, eles vão sentir minha falta, eu confio neles, eu estive aqui antes), 3- Estilo (Se dois itens oferecem conexão, mas um oferece a aprovação e sensualidade que o estilo traz, alguns de nós vai pagar mais por isso.) e o 4- Agora (E no topo da hierarquia é a nossa busca pela escassez, desejo e o "tesão" do agora)

- Influências contextuais da compra - Os fatores que interferem no momento de uma compra, que são a Tarefa da Compra (dificuldade em realizar), Ambiente Físico (instalações, espaço, disposição), Ambiente Social (as pessoas que frequentam, o clima amigável), Efeitos temporais (hora, temperatura) e Efeitos cognitivos e emocionais antecedentes (humor da pessoa).

- Jornada de compra por Conteúdo - Um processo de educação do consumidor através de marketing de conteúdo que leve-os a perceber produtos e serviços que atendam suas necessidades através de 4 passos, que são o Aprendizado e Descoberta (Artigos, webinars, infográficos, e-book - Informações sobre a marca, produtos e serviço e o objetivo da existência das mesmas), o Reconhecimento do Problema (Artigos, webinars, infográficos, e-book - Informação sobre dores e desejos dos clientes acerca de um mercado específico), Consideração da solução (Artigos, webinars, infográficos, e-book - Como existe o encaixe da marca com o que o cliente necessita, através de informações técnicas e de valor) e Decisão de compra (Cases, infográficos, testemunhos, resultados, sampling - Como amostras grátis, testemunhos de clientes, períodos de experimentação, desconto e outros fatores levam o cliente para a área de ativação do funil de vendas)

- JTBD (Jobs to Be Done) - Canvas que busca facilitar processos de venda e marketing no intuito de alcançar mais facilmente clientes no processo de ativação ou receita de uma empresa, dividido em 3 partes (O Job, O Consumidor e Oportunidades). Começando com o JTBD informando nas palavras do consumidor o que precisa ser feito para ele ter o produto em sua vida; depois exemplificar a Stuação/Ciclo de vida do consumidor se é jornada de compra ou processo de cotidiano do mesmo; e depois os papéis funcional, emocional e social deste job. Na parte do Consumidor, se iniforma a Motivação para o consumidor ter esse produto, as Dores que esse job resolve e os Ganhos que o consumidor tem ao realizar a compra. Por fim, as Oportunidades do Job que são Resgatar (Ativos deste Job que podem ser grátis ou digitais), Ignorar (Processos que podem ser eliminados), Recuperar (O que o consumidor ganharia com a individualização do Job) e Dar Suporte (Os ganhos do consumidor caso ele ajudasse neste Job diariamente)

- Kanban Board - Modelo just-in-time para atividades de growth, passando por 6 passos, que são (1) Backlog de ideias, (2) Sprint de ideias iniciadas, (3) tarefas para fazer, (4) tarefas sendo feitas, (5) ideias sendo testadas e (6) tarefas feitas

- Lean Canvas (Canvas Enxuto) - Um canvas enxuto de plano de negócios e marketing, aconselhável para MVP e que ajuda também a fomentar ideias de negócios de forma direta, através de passos como , Problemas (identificação de 1 a 5 do mercado ou dos consumidores,) Soluções (Para cada problema ou em conjunto pensando em um MVP), Sua proposta única de valor (como suas soluções criam valor de forma diferenciada ao mercado), Vantagem injusta (Algo que não pode ser fácil de copiar e nem de comprar, e será a alma de sua solução), Segmento de Consumidores (Personas, nichos e sub-nichos destes problemas), Existem alternativas? (o que o mercado já oferece), KPI’s (Métricas Chaves do negócio), Seu conceito alto nível (Analogia X de Y. Ex. Youtube é o Pinterest para vídeos), Canais (Onde suas soluções vão ser comunicadas e vendidas), Adotantes Iniciais (qual a estratégia para os inovadores e o perfil dos mesmos), Estrutura de Custos (como você paga para criar e disponibilizar essas soluções) e Estrutura de receitas (como você recebe por essas soluções

- Mapa Perceptual de Posicionamento - Mapa de cruzamento de duas informações de posicionamento de uma empresa e concorrentes de mercado, no qual se posiciona a marca em mais ou menos para cada uma destas 2 categorias.

- Marketing baseado em conta (ABM - Account-Based Marketing) - Modelo de marketing baseado em contas específicas e buscando atingir características delas, em formato de pirâmide que são (1) Um-para-um, de forma personalizada, (2), para clusters e (3)Maior volume com características em comum.

- Marketing de Conteúdo (Inbound Marketing) - Matriz de criação de conteúdo para inbound marketing, que segue o ciclo de Atrair (com materiais que resolvam dores), Converter (com materiais em troca de uma conversão), Fechar (materiais que convençam uma venda) e Encantar (reter o cliente com informações e relacionamento)

- Marketing de Guerrilha - Uma ferramenta de análise criado por mim para realização de um checklist de ações de Marketing de guerrilha, definida nos seguintes passos: Orçamento de guerra, no qual se define o orçamento disponível em Guerra Nacional (pequeno orçamento), Guerra Continental (Médio orçamento) e Guerra Mundial; O Posicionamento de batalha em relação a concorrência sendo Ataque (para buscar share da liderança de mercado, Defesa (para manter uma posição de liderança de mercado) e Flanqueamento (para empresas que querem surpreender os líderes de mercado e conseguir share); a Categorização (Tamanho da ação - independente do orçamento disponível), sendo nível Sargento (Pequenas ações), Major (Médias ações) e Marechal (Grandes ações); a definição do Campo de Guerra (Praça - Onde será realizada a ação) ; os Alvos (Público-alvo da ação - Personas, nichos e segmentos), A Análise de campos de batalhas (Suas forças e conceitos - O que sua marca ou produto tem de ponto forte para a ação); a Estratégia de Guerra (Concepção da ideia - Qual será a ação realizada); A explosão da bomba (Efeito Surpresa - Qual o ponto alto da ação de guerrilha) e Armamento e soldados (Materiais e pessoas - os responsáveis por realizar a ação)

- Marketing Fundamentals Canvas - Um canvas enxuto de marketing que serve para planos de marketing menos complexos através de elementos fundamentais como Missão (propósito e razão da empresa existir), a Visão (A empresa a longo prazo, aspirações de objetivos de negócios), a Marca (As promessas aos clientes), a Audiência Alvo (Clientes que a empresa atende), o Nicho de Marketing (Posição de mercado em relação a concorrência) e a Mensagem Chave (A única ideia que a empresa transmite ao seu público)

- Matriz BCG - Matriz de análise categórica de produtos e portfólio, informando se eles são Interrogação (recém lançados), Estrelas (destaques), Vaca leiteira (venda por volume) e Abacaxi (que precisam eliminar ou reinventar)

- Matriz CTI - Matriz de que avalia problemas e fatores que interferem em uma marca, analisando Características dos mesmos, Tendência a acontecer e Impacto na empresa caso aconteça

- Matriz da Compra por Impulso - Os 4 modelos de compra por impulso dos consumidores, que é o Impulso puro (comprar por comprar), Impulso de memória (quando a pessoa lembra da falta de um item), Impulso sugerido (feito pelo vendedor), Impulso programado (quando a pessoa vai comprar alguma coisa, mas leva de outra marca pelos fatores momentâneos)

- Matriz da Lealdade - Uma Matriz que identifica a lealdade de clientes numa escala cruzada Frequência de Uso por Semana x Retenção por mais de 90 dias, analisando fatores como Varejo, Notícias, Produtividade, Pagamento, Educação e outros, variando de acordo com o mercado da empresa em questão.

- Matriz da manipulação moral - Matriz que mostra uma análise sobre produtos através de uma relação entre vendedor e consumidor, em um pensamento cruzado "Melhoraria a vida das pessoas x Eu usaria em minha vida", apresentando 4 personagens que são Peddler (Vendedor - Vende algo que melhora a vida das pessoas, mas não usaria), Facilitator (Facilitador - Vendo algo que melhora a vida das pessoa e com certeza usaria em sua vida), Dealer (Traficante ou Negociador Vende algo que não melhora a vida das pessoas e também não usaria) e o Entertainer (Artista - Vende algo que não melhora a vida das pessoas, mas usaria pel conexão com sua própria vida)

- Matriz de ações de gatilhos (Pré-recompensas variáveis) - Os gatilhos psicológicos tem como base dois fatores: Execução e Motivação. Essa matriz apresenta uma análise sobre as pré-recompensas variáveis que colaboram no sucesso do cliente em uma execução que uma marca quer, sendo elas quando é de Difícil Execução e Alta Motivação (Gatilhos externos precisam ser aprimorados - Facilitadores: Que ajudem na execução), quando é de Alta motivação e Fácil Execução (Gatilhos bem-sucedidos - Sinalizadores: Que apenas guiem a ação que tem alta intenção), quando é de Difícil execução e Baixa Motivação (Gatilhos malsucedidos - Reinvenção do Gatilho: Remapeamento de informações que ajudem na execução e motivação) e quando é de Fácil execução e Baixa motivação (Gatilhos internos precisam ser despertados - Motivacionais: Criar soluções que despertem o interesse das pessoas)

- Matriz de Ansoff - Matriz para lançamento, em um cruzamento sobre informações de mercados e produtos, existentes ou não, que definem se a estretégia será de Penetração de mercado (produto e mercado novo), Desenvolvimento de Produto (produto novo, mercado existente), Desenvolvimento de Mercado (mercado novo, produto existente) ou Diversificação (produto e mercado existente)

- Matriz de Comunicação Growth (AINDA) - Ação de comunicação para growth e textos de Ads através de 4 passos que são Atenção (Títulos, slogan - Como você atrai alguém em uma base de 5 palavras), Interesse (Parágrafos iniciais – Dores e Ganhos entre 8 e 13 palavras), Desejo (Soluções, contra objeções, aversão a perda vantagens, reatância psicológica - o despertar do desejo em até 10 palavras) e a Ação (Call to action ou mínima ação desejável - indicar o que o consumidor deve fazer em até 7 palavras)

- Matriz de Conteúdo - Uma matriz de identificação de conteúdo para agir de acordo com cada objetivo de marketing da empresa, em uma escala cruzada Consciência/Informação x Racional/Emocional, que define os 4 pilares Educar, Convencer, Entreter e Inspirar. São analisados fatores como Gamificação, Quiz, Fóruns de Comunidade, Eventos, Guias, Artigos, Estudos de Casos e Outros.

- Matriz de Crescimento Sustentável por clientes passados - 4 modelos de crescimento empresarial feito por clientes passado, através do Buzz marketing (boca-a-boca), Efeito colateral de uso do produto por terceiros (PayPal, Picpay), Compras de uso repetido (produtos com assinatura ou de recompra - Produto cativo) e Por publicidade financiada (através do lucro marginal das vendas)

- Matriz de distrações - Matriz psicológica relacionada a produtos e serviços em nossas vidas e como lidamos com a presença destes em nossas vidas, principalmente com enfoque em aplicativos. Essas distrações podem ser consideradas como Bens (Não é prejudicial e você tem o controle para deixar de usar), Necessidade (Não é prejudicial, mas você tem dificuldade de deixar de usar), Distrações (É prejudicial, mas você consegue deixar de usar se entender o quanto lhe atrapalha) e Vícios (É prejudicial e você não consegue deixar de usar. São distrações e necessidades com uso demasiado e que você perdeu o controle)

- Matriz de Empatia - Matriz que define a criação de soluções pensando na criação de empatia do consumidor através de fatores que são: O que Pensa e Sente (Preocupações e Aspirações); O que ele vê (Ambiente, Amigos, Mercado); O que ele escuta (Amigos dizem, Influenciadores, Chefe, Jornais); O que ele fala e faz (Atitudes em público, Aparência, Comportamento); Dores (Medos, frustrações, obstáculos) e Ganhos (Desejos, Sucesso, Status)

- Matriz de Fricção de Produtos e Serviços - Matriz que determina os 3 fatores de fricção de um produto, que resultam em frustação do cliente ao usá-lo, que é Fricção por falta de familiaridade (não conhece e nunca teve contato), Fricção por design (o design ou embalagem confundem o uso) e Fricção por desalinhamento com o comportamento humano (quando o produto executa funções contrárias ao pensamento das pessoas)

- Matriz de Impacto (Tática e Estratégica) - Matriz de Impacto define funções dentro de uma empresa entre tática e estratégia de acordo com 4 níveis (Automatização, Gerentes, Diretores e CMO/VP's) definidos entre Peso da tarefas que vão de 0 a 80, e entre tempo de execução (Tempo Real, Semanal, Mensal, Quadrimestral e Semestral. São tarefas que vão desde Impressões e Visitantes até Lifetime Value e Lucro por Consumidor, definindo responsabilidade das mesma de acordo com o grau de poder e responsabilidade dos cargos.

- Matriz de Logística - 4 modelos de logística para que sua empresa pense na hora de realizar uma gestão de negócios eficiente, que são a Logística Inbound - Logística de suprimentos, que liga a empresa aos seus fornecedores, a Logística Outbound - Logística de distribuição, que liga as empresas aos clientes, a Logística Interna - Relaciona-se ao controle das movimentações e dos estoques nas linhas de produção e a Logística Reversa - É o fluxo inverso de produtos, dos clientes para empresa, devido as ações sustentáveis

- Matriz de Priorização (GUT) - Matriz para identificação de ações de acordo com prioridades da marca, em uma escala de 1 a 5, através de 3 fatores: Gravidade do problema acontecer, Urgência em ser resolvido e Tendência de que aconteça

- Matriz de Recuperação de Clientes (DOER) - Uma matriz de comunicação e relacionamento baseada em recuperar clientes através de 4 passos que são Desculpar-se (Pelo erro acontecido), Explicar (Honestamente o que aconteceu), Obrigado (Agradecer pelo feedback) e Recuperar (Criar uma ação de valor para o cliente)

- Matriz de Stakeholders - Classificação dos 3 níveis dos stakeholders, que são os Primários (participação continuada e direta da empresa), Secundários (influenciam e são influenciados) e Público (regulamentam o mercado e a infraestrutura)

- Matriz de Valor - No objetivo de apresentar Valor aos clientes, essa matriz exemplifica 3 modelos que colaboram na escolha das empresas ao elaborar seus produtos e serviços, definidos por Excelência operacional (Preço, Qualidade, Custo/benefício, Compra fácil - Gol e Marisa) = Melhor Custo Total, por Liderança de produto (Inovação, Canibalização, Características diferenciadas - Apple e Brastemp) = Melhor Produto e por Intimidade com Cliente (Relacionamento, Linha completa, Comportamento - Dell e American Express) = Solução Total

- Matriz do Pitch de vendas para os C-levels de Growth Hacking (6 passos) - Um modelo de roteiro de vendas para gestores nas abordagens para venda de uma cultura growth que são 1-Transformação da sociedade e do mercado(Como a cultura do aprendizado atua), 2-Sobre ganhadores e perdedores (Quem investe na cultura growth e quem investe no achismo), 3-Mostrar a "Terra Prometida"(Como a cultura Growth funciona quando totalmente implementada), 4-Seus "Passos Mágicos" para chegar a Terra Prometida (Como é sua cultura growth), 5-Evidências de que a cultura growth traz resultados (Resultados consideráveis da cultura Growth em empresas pelo mundo) e 6-Criar teu Call-to-action matador (Seu pitch para que você possa implementar a cultura Growth naquela empresa)

- Matriz do Posicionamento - Matriz que define o posicionamento de empresas sob a perspectiva de 7 categorias: Por atributo, por benefícios, custo/benefício, concorrência, ocasião, usuário e categoria de produtos

- Matriz Gamificação - Matriz de 4 passos para criação de modelos de gamificação, no qual se inicia Estabelecendo metas do jogo, dando Feedback sobre a performance de todos, criando uma Comparação social entre todos e aplicando Recompensas sociais para ganhadores

- Matriz Growth Hacking – A matriz Growth básica para empresas que querem entender o conceito da área, através de 4 passos que são Conhecimento (Problema x Solução - Conhecimento de mercado e do consumidor), a Validação (Se seu produto é o ideal - O product/market fit), o Crescimento (O Growth Hacking fazendo efeito - A cultura Growth aplicada e gerando resultados) e Eficiência (Aprimoramento da solução - O Aprendizado através das informações que criam melhores produtos e serviços)

- Matriz Importância x Desempenho - Matriz que analisa fatores em uma escala de 1 a 9 (horizontal e vertical) e sua relação entre importância e desempenho, no qual se enquadrarão em Melhoramento (pouca importância e desempenho), Ação urgente (muita importância e pouco desempenho), Excesso (pouca importância e muito desempenho) e Adequado (muita importância e muito desempenho). Os fatores são feitos através de questionários para clientes e para gestores. Então se tem uma visão do que é o pensamento da empresa e quanto está próximo do pensamento dos clientes.

- Matriz PESTLE (Macro ambiente) - Matriz de Macro ambiente, sobre fatores como política, economia, social, tecnologia, legal e ecológico/ambiental

- Matriz PLU (Stakeholders) - Matriz de negociação e relacionamento com stakeholders, no qual se analisa o Poder do stakeholder, a Legitimidade de suas ações e a Urgência de resolver a situação

- Matriz Referral Marketing - Matriz para criação de um programa de referência e indicação, que segue os seguintes passos: Nome do programa, Nome da empresa, Persona do programa, NPS (ou outra métrica importante), Mecânica do programa, Prêmio para o indicador, Prêmio para o indicado, Canais utilizados, Momentos-chaves e Métricas-chaves.

- Metas SMART - Modelo para definição de metas, que devem ser: específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes (para o negócio) e temporal (com prazo)

- Método 5 Por quês? (Raiz de problemas) - Método que identifica situações em uma empresa através de 5 perguntas que mergulham a fundo para descobrir uma causa raiz.

- Modelo de Interação CRM - Dentro do processo CRM existem 3 passos de interação entre as áreas de uma empresa, que são definidos em Analítico (Tratamento e individualização - Inteligência de marketing que encontrará as informações de diferenciação por segmentos), Operacional (Integração - Sistemas transacionais entre setores nos processos de uma empresa) e Colaborativo (Interface com clientes - Telemarketing, Visitas, Redes sociais, mala direta e outras ferramentas que facilitem a comunicação baseada em informações do CRM)

- Modelo GAME - Estrutura de marketing de receita - Um modelo de estrutura para receitas de marketing, que engloba (1)Gather, reunindo informações de mercado, (2)Acordar entendimento entre setores da empresa, (3)Mapear esforços e pontos principais da estratégia e (4)Executar as campanhas.

- Modelos de Heurística Cognitiva - São 4 vieses de escolha, sendo elas o Cenário de inadimplência (preferir não sair de um grupo do que entrar no mesmo), Prova Social (mostrar quantas pessoas fazem tal tarefa e se sentir dentro desse grupo), Recompensas aleatórias (preferimos recompensas que sempre mudam do que aquelas que são de ganham certo - Possibilidade ao invés de certeza) e Utilidade prevista (escolhemos algo mais justificável, mesmo não querendo - Como escolher 30 dias em um hotel 2 estrelas em Florianópolis do que 10 dias em um hotel 5 estrela em Cancun)

- Monitoramento de Mídia Social x Escuta Social - Matriz que orienta o acompanhamento de marcas no digital com foco na abrangência, sendo o Monitoramento de Mídia Social definido como Meta/Conversão, Interação com o cliente, Nível Micro, Reativo e Possível sem ferramentas, e a Escuta social definido como Objetivos diversos, Análise de dados, Nível Macro, Proativo e que Requer ferramentas.

- Níveis de Sustentabilidade Empresarial - Os modelos de sustentabilidade empresarial no nível de entendimento gerencial que são Defensivo (Não aconteceu, não é conosco), Obediência (Faremos o que tem que ser feito), Gerencial (É parte do negócio), Estratégico (Nos dá diferencial competitivo) e Liderança Social (Todos nós temos que fazer isso e seremos modelo)

- Nível de Relacionamento - Nível de relacionamento com clientes que colaboram em uma segmentação de ações e produtos, seguindo a seguinte linha: Básico (venda transacional), Reativo (venda e pós-venda), Confiável (relacionamento e recompra), Pró-ativo (Ofertas customizadas e conexão constante) e Parceria (partcipação do consumidor em pesquisa e desenvolvimento)

- NPS (Net Promotors Score) - Modelo de avaliação de satisfação de clientes que avalia através da pergunta "Baseado em sua experiência conosco, você nos indicaria para outra pessoa", sendo de 1a 6 os Detratores, 7 a 8 os Neutros e de 9 a 10 os Promotores, este os quais você pode testar produtos e serviços, além de utilizar como referência

- OKR's Canvas - Um Canvas focado em Objetivos e Resultados Chaves, que serve para a base de backlogs e criação de planos de marketing, divididos nas categorias Quem nós servimos (Target) e Por que nós existimos (Missão); Problema (De mercado) e Solução (Para o problema); Proposição de Valor (Fatores de valor na oferta da solução) e Alto Conceito (Como este valor é ofertado de forma única e com alto padrão); Depois definimos os Objetivos e Resultados Chaves Atuais e os do próximo trimestre em um ranqueamento ICF (Impacto, Confiança e Facilidade) para cada um deles; Depois definimos os Mentores e Membros (Informais, Indicados, Times Atuando, Programados para tuar) que irão atuar na busca dos objetivos e as informações Detalhadas de como serão aplicados (Defensiva, Ofensiva, Parceria, Canais, Alternativas, Relacionamento e outros); e por fim, a definição de Custos e Receitas para estes OKR's.

- Oportunity Canvas (Canvas de Oportunidades) - Um canvas para empresas que buscam oportunidades de mercado ou reposicionamento de marcas, produtos e serviços, através de um modelo enxuto e baseado em passos como Usuários e Consumidores (Público-alvo), Problemas Identificados (Dores dos consumidores), Ideias de Soluções (A liberdade para colocar soluções antes de validá-las), Como irão usar sua solução? (Diferenças e benefícios), Métricas de Usuários (Comportamentos para testar, adotar, usar e reconhecer valor na solução), Soluções de Hoje (O que o mercado já apresenta), Estratégia de Adoção (Como descobrirão e adotarão a novidade), Desafios do Negócio (Quais as consequências e ações caso não adotem a solução), Orçamento e Custos (Qual a disponibilidade financeira para essa solução) e Benefícios do Negócio e Métricas (Mensuração do sucesso e métricas de performance importantes)

- Os 4 valores do método ágil (Marketing Agile – Ideal x Padrão de mercado) - 4 confrontos de ideias que diferenciam o marketing ágil do tradicional, que são Indivíduos e interação X Processos e Ferramentas (sobre empresas multidisciplinares contra modelos verticais engessados), Produto funcionando X Documentação longa e desnecessária (sobre testar e realizar rapidamente contra fluxos de processo longos e minuciosos), Colaboração com cliente X Negociação de contratos (sobre resolver o problema do cliente contra seguir o que o contrato diz) e Respostas a mudança X Seguir um plano (sobre pivotar quando necessário contra perseverar em algo no "achismo" ou na ilusão de competência)

- PDCA – Plan, Do, Check, Act - Matriz de processos, mas focada no planejamento, no qual se planeja as ações, implementa, checa os resultados e age corrigindo ou melhorando

- Personagens da criatividade - Os 4 personagens da criatividade, no qual você começa como um Explorados, analisando tudo o que a situação precisa, entre necessidades e oportunidades. Depois assume o papel de Artista, deixando sua criatividade fluir e ter as melhores ideias sobre resolver as situações. Depois você passa a ser um Juiz e começa a julgar quais as suas ideias são executáveis e quais não são. Por fim, você virá um Guerreiro e vai atrás da execução de suas ideias criveis.

- Pipeline de vendas - Modelo de 5 fases de uma etapa de vendas, que são Lead (contatos interessados), Reconhecimento de oportunidade, Proposta, Negociação e Fechamento

- Pirâmide das necessidades contemporâneas (Luxo) - As necessidades contemporâneas de luxo abstratas do consumidor, que são Tempo (resolver o mais rápido possível), Autonomia (capacidade de resolver sozinho), Silêncio (menos barulho possível), Espaço (respeito ao espaço do visual e corporal) e Beleza (a estética luxuosa)

- Pirâmide do Crescimento (Sean Elis) - Sean Ellis o criado do termo Growth Hacking definiu uma pirâmide de 5 passos para realmente uma cultura Growth ser implementada em uma empresa. No Nível 1 - Ajuste do produto ao mercado (Product/Market Fit) e ajuste da mensagem a audiência, no Nível 2 - Estrutura de Dados (Ferramentas) e definição da North Star Metric, no Nível 3 - Definição das equipes e como serão os Processos de aprendizado, no Nível 4 - Como serão os Ciclo de experimentação e os processos de Automatização e no Nível 5 - Implementação total da Cultura Growth

- Princípio da pirâmide para abordagens e reuniões - Modelo estrutural para reuniões, no qual deve seguir uma ordem de pensamento que convença pessoas ocupadas, como respostas curtas e diretas (1), depois agrupamento de argumentos de apoio (2) e por fim, aprofundamento dos temas (3). Isso evita ser prolixo na hora de fechar negócios e colocar muita informação desnecessária

- Product/Market Fit - Ajustes de produtos em relação a necessidade de mercado, começando por Identificar o mercado alvo e segmentação (1), Os pontos de dores desse mercado que o nosso produto resolve (2), Como somos único nesse mercado (3) e Como provamos isso para os clientes (4).

- Quinta disciplina - As 5 disciplinas de Peter Sange divididos em Domínio pessoal (pensamentos individuais), Modelos mentais (suas crenças e valores), Visão compartilhada (pensamentos em comum de grupos), Aprendizagem em grupo (interação sistema entre pessoas de um grupo) e Pensamento Sistêmico (o mundo como uma rede integrada de pensamentos)

- Raciocínio estratégico - Uma linha de raciocínio que ajuda empresas nas tomadas de decisões, seguindo o modelo Dados, Informação, Conhecimento, Oportunidades, Objetivos, Metas, Estratégias e Táticas

- Roteiro de vendas - Um modelo simples e enxuto que prepara vendedores para uma venda através de 5 passos que são Abertura (Iniciação da entrevista - Levantamento de necessidades e apresentação do vendedor), Abordagem (Levar o cliente a perceber os benefícios - Mostrar que as soluções existem para cada ponto de dor do cliente), Apresentação (Do produto ou serviço - o encaixe entre necessidades e soluções com informações ao cliente), Objeções (Etapa de resposta para dúvidas que persistirem - Momento de abertura para dúvidas e respostas sempre precisas à elas) e Fechamento (Promessa de venda e promessa de pagamento - No qual a venda se realiza e surgem oportunidades de relacionamento e vendas futuras)

- Scrum Board - Um modelo mais enxuto de Kanban, com fodo com 3 passos, que são (1) atividades para fazer, (2) atividades sendo feitas e (3) atividades feitas.

- Sigmas da Marca - Modelo de identificação de uma marca por suas propriedades, sendo elas Físicas (embalagem e PDV), Personalidade (posicionamento e comunicação), Reflexo (o que elas representa no mercado), Relação (com os consumidores e seus desejos), Cultura (organização e sociedade) e Mentalização (share of mind)

- Situações de compra no varejo - Dentre as situações de compra no varejo, existem 4 situações que definem o momento do consumidor em relação a tarefa de compras, sendo elas Recompra de produtos rotineiros (Produtos do portfólio do cliente - Produtos que ele compra por preferências próprias), Compra de produtos sazonais (Variam com o tempo, demanda, estação - Produtos que demandam fatores externos que justifiquem sua compra), Compra de produtos de moda (De acordo com tendências momentâneas - Produtos com alta demanda, divulgação e uso contemporâneo) e Compra de novos produtos (Alta busca por informações - Produtos que estão no processo de desnatação ou penetração de mercado)

- Social Media Risk - Um modelo de gestão para redes sociais que atua de forma ativa através de 4 passos que são: Identificar (Danos a reputação; Violação de normas; Questões de privacidade de clientes e parceiros; Falhas operacionais), Priorizar (Probabilidade - Chance de algo acontecer e Impacto - Efeitos e consequências negativas esperadas), Gerenciar e Mitigar (Criar estrutura de tomada de decisões (Fluxogramas); Desenvolver governança (Papéis e responsabilidades); Ter equipe dedicada (Recursos e disponibilidades); Proteger empresa e empregado com conjunto de políticas (Termos de uso, normas, código de conduta, etc); Treinamento de funcionários sobre os seus limites e Adoção de ferramentas apropriadas (Monitoramento, publicação, etc) e por fim Monitorar e avaliar (Feedback e monitoramento constante de todo o processo para adaptações)

- Subsistemas do SIM (Sistema de Inteligência de Marketing) - 4 subsistemas de marketing para análise mercado, sendo Dados internos (dados que a empresa produz para gerar seus negócios), Inteligência de Marketing (dados secundários que o mercado oferece), Pesquisa de Marketing (dados primários de pesquisas feitas pela empresa) e Apoio a Administração de Marketing (recursos tecnológicos que apoiam a decisão - App, softwares, analytics, etc)

- Técnica RFM – Marketing de Relacionamento (CRM) - Nos processos de Marketing de relacionamento e uso das ferramentas de CRM, essa técnica identifica os pontos de contato da empresa em 3 etapas como a da Recência (Qual foi a última vez que o cliente consumiu), a da Frequência (Número de pedidos, periodicidade e a média de compras) e do Valor Monetário (ticket médio de cada pedido feito), no qual o cruzamento desses dados colabora com ações de retenção e relacionamento mais eficientes.

- Teoria do Ciclo da Moda - Modelo utilizado para definir as camadas de ciclo da moda, que são trickle down ou fluxo vertical (Vindo da altas grifes para as massas), Bottom up (concebida nas ruas para as grifes) e a trickle across ou fluxo horizontal (vindo de líderes de opinião para seus grupos)

- The ExOs Atributtes (Matriz SCALE) - Uma matriz utilizada pelas empresas unicórnios para crescimento rápido, envolvendo Staff em demanda (apoios de funcionários sob demanda, freelancers e trabalhadores remotos), Crowd (comunidade e pessoas relacionadas ao crescimento da sua marca), Algoritmos (inteligência artificial para descobrir novas informações acima do entendimento humano), Leverages Assets (Ativos terceirizados e manter apenas o que é escasso) e Engajamento (a gamificação que envolve pessoas por se sentirem bem com os projetos)

- The Hooked – O Gancho de Growth Hacking - O Modelo de Nir Eyal com base em gatilhos psicológicos na aquisição de clientes e sua retenção, passando por 4 fases que são Gatilhos (Internos e externos) – Motivação e Facilidade de execução em uma tarefa que a marca busque, a Ação (Obstáculos e Gatilhos –Motivacionais/Facilitadores/Sinalizadores), o Investimento (Recompensas que gerem novos gatilhos – Conteúdo, reputação, dados, habilidades, seguidores) e a Recompensa variável (Sociais, Internas, de “Caça”)

- T-Shaped Marketer - Um modelo de reconhecimento de habilidades de profissionais de Marketing, em formato "T", no qual da esquerda para direita indica a amplitude de conhecimento e de cima para baixo a profundidade do conhecimento em 3 níveis diferenciados, sendo no 1º Codificação Front-end, Design, Wireframe, Psicologia Comportamental, Branding Storytelling e Gestão de Stakeholders. No 2º Analista de Dados da Web, Otimização de Taxas de Conversão (CRO), Design Experiment (UI, UX, A/B Test), Funil de Marketing, Automação & API's e Machine Learning & AI. E no 3º Paid Social(Ads), Social Orgânico, SEO/SEM, Tools Based Marketing (Gadgets), Mobile ADS, Vendas, Rel. Públicas, E-mail Marketing, Processos de Mkt, Ciclo de Vida de Mkt, Pesquisa Consumidores, Virais, Retenção, ASO (App Store Optimization), Otimização de Landing Page, Geração de Leads, Testes de Revendas e Onboarding Process.

6 visualizações0 comentário